Se eu partir



Abre cuidadosamente 
meu testamento
deixo-te as hastes 
que emolduram meus olhos
as conchas do oceano
os búzios sonoros
algumas pedras luzidias da calçada
a chávena de café às riscas serpenteada
um livro ou dois à tua escolha
por mim em cada folha sublinhada
a boneca de cerâmica
vestida de cetim e cara de fada
a pulseira africana feita numa palhota
o colar de pérolas cor de jasmim
uma máscara veneziana
o cristal lá da entrada
o perfume mais exótico
a borboleta a fingir
a lanterna de uma só vela
o castiçal cor de coral
a planta de folha larga
a mesa preta de bambu
o dicionário de francês 
o astrolábio português
a cortina do segredo
bem amado
a caixinha de madeira
os favos de mel
o saquinho de alfazema
de cheiro a lavanda seca
o porquinho mealheiro
mesmo não tendo dinheiro
a almofada de feno
guardadora de sonhos
o vestido longo
bordado inglês
o quadro da magnólia
a foto de mim pequena
a vista para o mar
o sussurro do meu anjo
a máquina de fotografar
a doçura de ser
o enorme desejo de viver...