Ecce Homo



Sei minha origem: sou a chama
e ao iluminar me consumo,
e o que toco se inflama,
e deixo cinzas e fumo.
Certamente sou chama.

Friedrich Nietzsche
in Poesias (1871-1888)