Irmandade




"Sou homem:duro pouco,
e é enorme a noite.Porém olho para cima:
as estrelas escrevem.
Sem entender compreendo:
também sou escrita,
e neste mesmo instante
alguém me soletra."

Octavio Paz

Ecce Homo



Sei minha origem: sou a chama
e ao iluminar me consumo,
e o que toco se inflama,
e deixo cinzas e fumo.
Certamente sou chama.

Friedrich Nietzsche
in Poesias (1871-1888) 

O Sonho de uma Sombra




A sorte dos mortais

cresce num só momento;

e um só momento basta
para a lançar por terra,
quando o cruel destino
a venha sacudir.


Efêmeros! que somos?
que não somos? O homem
é o sonho de uma sombra.
Mas quando os deuses lançam
sobre ele a luz,
claro esplendor o envolve
e doce é então a vida.

tradução: Péricles Eugênio

Meditação sobre Ruínas




De um lado e outro do que sou,
da luz e da obscuridade,
do ouro e do pó,
ouço pedirem-me que escolha;
e deixe para trás a inquietação,
a dor,
um peso de não sei que ansiedade.

Mas levo comigo tudo
o que recuso.Sinto

Colar-se-me ás costas
um resto de noite;
e não sei voltar-me
para a frente, onde
amanhece.

Nuno Júdice

Emigrantes



Esperemos o embarque, irmão.
Chegamos sem esperança,
só com relíquias de séculos
na palma da mão.

Pela terra endurecida,
não há campo que aproveite.
Mesmo os rios vão morrendo
pela solidão.

Não sofras por teres vindo.
Alguém nos mandou de longe
para ver como ficava
um rosto humano banhado
de desilusão.

Olhemos esses desertos
onde é impossível deixar-se
mesmo o coração.

Ah, guardemos nossos olhos
duráveis como as estrelas
e seguramente secos
como as pedras do chão:

Iremos a outros lugares,
onde talvez haja tempo,
misericórdia, viventes,
amor, ocasião.

Esperemos, esperemos.
Relógios além das nuvens
moem as horas e as lágrimas
para a salvação.
  
Cecilia Meireles
In: Retrato Natural